quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Parecia quase impossível, mas estás aqui

Quando tudo começou pensei que não chegaríamos a este dia em que fazíamos 11 meses de amor. Sim duvidei pelos teus e pelos meus medos, tive as dúvidas depois de tudo se ter perdido num compasso de espera em que nenhum dos dois faia mexer o ponteiro do relógio e tomar uma decisão. Esse tempo passou, num abrigo de memórias conseguidas por ambos lutarmos por um amor e por sabermos lutar pelos nossos ideais. Já tive o coração partido, soubeste destruir metade dele, aquele que simplesmente batia por ti mas que soubeste mostrar a grande mulher que és e conseguires ter construído de novo a confiança em ti. Também te parti o coração, por medo e insegurança devido a um passado de amor duvidoso. Já choramos, já sorrimos, já brincamos que até chego a um ponto e te quero perguntar: - Sentes mesmo que isto será para sempre? Não sei se a tua resposta será um sim mas sei que dela não irás fugir, sei que o que os dois sentimos é muito mais de que uma paixão de verão, muito mais do que namoro de adolescente e isso nunca se sabe, sente-se. Por muitas lágrimas que já escorreram na nossa cara, estamos aqui de mãos e coração atado, unido, com amor para dar e receber. Por vezes perco as palavras porque o que sinto já não tem explicação por palavras e até por gesto é complicado. Por mim gritava para o mundo inteiro que te amo, que finalmente tenho a mulher da minha vida a meu lado, que passado estes 11 meses foste tu que me ajudaste a seguir com a minha vida e a lutar por aquilo que eu quero? E já te disse que és tu que dás sentido as minhas palavras? que és tu que fazes o meu coração bater em cada manhã de Inverno? que cada toque teu é um impacto para mais um dia de saudades quando não estás? Para mim és um anjo que caiu do céu, és mais que uma simples pessoa num mundo onde tudo se perde. Em cada episódio do meu dia estás lá tu mesmo que longe , mesmo que perto, sempre tu Enfim dizer que te amo já não chega Há uma luz, avermelhada pelas cortinas, que me faz manter os olhos fechados e não me deixa dormir. Acordo com um sabor doce na boca. Estico os braços e não te toco. Cheira a ti. Cheira a sonho. E é inevitável não te amar. Sempre com a pressa que me foi destinada, lavo-me de todos os dias do passado. Volto-me nova e vazia para mais um dia. “Será que te vou reconhecer?” Todos os dias me pergunto. E nunca duvido. tenho medo de não te reconhecer passado tempo sem ti Quando me cruzo contigo, sinto-te o cheiro, ouço-te . Gostava de te ensinar a lavar a alma e a vida, gostava que percebesses que não se deve viver com o passado. Mas tu não queres aprender. Gostas de trazer o peso do Mundo as costas. E eu já não me importo. Sei que sou eu que te faço tremer. É a pronunciar o meu nome que a tua voz falha. É quando estas ao meu lado que te foge o chão. Sei que é de mim que ris. Que é por mim que choras. Sei que a dança da tua vida é ritmada pelo bater do meu coração, nesse compasso aleatório que nos faz chorar de vez em quando. Sei que tens um segredo e, esse segredo sou eu. Sei que a noite chegou. Que te vou abraçar como se fosses um presente. Sei que amanha acordo com o teu cheiro. Sem ti. E sei que não me importo. Porque aprendi a guardar-te dentro de mim. Ficas por cá, mesmo quando acordo sem ti. Passaram 11 meses e irão passar mais , lutarei por ti com tudo o que tenho, és a melhor do mundo e nunca irei desistir de ti És a mulher da minha vida isso eu tenho a certeza AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE AMO-TE

Sem comentários:

Enviar um comentário