sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Sem paciência ;s

Pensas que não me canso? Que vivo com este sorriso porque estou feliz? Enganas-te pois eu sou mais um abrigo do que a tua incapacidade de personalidade é capaz de fazer. Tens sempre que me estar a dizer que eu sou isto ou aquilo? Eu sou o que sou desde que nasci, desde que cresci depressa não tenho culpa que não tenhas acompanhado o meu crescimento como pessoa. Não sou o que pintas porque eu já estou pintado com a tinta que pintei o meu mundo e isso tu não me vais tirar. Quero sentir o que toda a gente sente mas está difícil, porque não deixas, não quero viver a vida que tenho só porque tu queres. Eu não me vou rebaixar a ti, não te vou fazer um pedido de desculpas quando te falar alto ou te responder torto. Eu não te vou dizer que és a melhor pessoa do mundo só quando me sabes fazer sorrir uma vez num ano. Fartei-me de me sentir um pedaço de nada ás tuas custas, deixas-te de me atingir a muito agra só me incomodas, a tua voz irrita-me e a tua maneira de estar chateia-me. Passo a minha vida a achar que a culpa e minha e passado este tempo percebi que a culpa é toda tua. Eu cresci apenas sozinho não foi com aquilo que tu me ensinaste. Não te devo nada, tu é que me deves a vida, eu não quero mal a ninguém muito menos a ti, mas o que me tens feito passar não se perdoa muito menos se esquece comparado a muita coisa na minha vida isto não é nada mas ao ouvir-te dizer certas coisas isso magoa, sabes o que isso é? Não, não sabes porque eu nunca te magoei, mas que fique claro que não me vais roubar o sorriso nem sequer te meter nas minhas decisões há muito tempo que já não tens uma única palavra a dar.

Sem comentários:

Enviar um comentário