sábado, 13 de outubro de 2012

afastamento? eu diria acabamento de memória

Queres que te dê um minuto? Dá-me apenas dois minutos. Corro e já estou cansado do caminho que escolhi, tentei ser aquilo que era e não consigo, estou farto das minhas atitudes e dos meus erros mas é assim que aprendo não é? Agora parei de correr e o que sinto é desilusão por não ter corrido mais, acho que estava perto do meu destino, devo-te muito mas não sei retribuir cada palavra que me dás, cada toque, cada olhar, pensei ser capaz de aguentar algumas coisas mas ligo ao pormenor mínimo mas o meu orgulho como dizes não ajuda nada não é? Agora percebo que talvez mereças melhor do que eu, talvez não seja capaz de te dar felicidade todos os dias como querias, não sou capaz de estar sempre bem e fingir que nada a minha volta não me afeta. Apenas dizes que te estou a tentar afastar quando não é nada disso mas como digo tenho dito palavras que não ouves, tenho estado como tu não vês. Não controlo as minhas emoções, não consigo esquecer nada do que me dizes, nem das coisas que não dizes. Sonhei alto contigo, agora são apenas sussurros nos meus ouvidos que eu sou incapaz de os entender. Estou incapaz de tudo e de nada, não tenho forças para aguentar com metade e tenho aguentado tanta coisa e tu não percebes o que aconteceu comigo, não entendes que estou partido, que estou vazio por dentro, no início era tudo tão bonito e agora? Se estiveres cansada de mim faz o que achares melhor para ti, mas não esperes de mim aquilo que eu não posso dar. Sim sou complicado e meio perdido no mundo mas se calhar deveria tomar uma atitudes e acabar com tudo. Felicidades a muita gente (:

Sem comentários:

Enviar um comentário