domingo, 23 de setembro de 2012

Meu anjo

Não estava nada a espera mas, o mundo caiu aos meus pés , sem como nem porque mas ele assim do nada decidiu cair. Não pedi nada de uma vida perfeita, nem um amor que durasse anos tinha uma vida pela frente assim como toda a gente. Mas o tempo foi passando e reparei que quando eu dizia que algo era para sempre passado um tempo acabava, assim como a minha relação que durou 8 meses. Doeu muito? Doeu, mas ainda dói, não por a amar, mas por ter acreditado em mentiras e criado ilusões, a culpa foi minha e somente minha. Aconteceu de tudo e eu sempre a acreditar que o meu lugar não era aqui. Fiquei sem pessoas que me são muito, pessoas que estiveram comigo estes 18 anos, sim as minhas primas; :s elas foram embora e deixaram-me aqui. Tive fases em que nem de casa saia, mas valeu a pena. Até que um dia ela apareceu caída do céu e mudou o meu dia a dia, tem um sorriso que faz mover montanhas, tem um brilho nos olhos capaz de me deixar cego. Conhecia como toda a gente agora se conhece, pelo facebook, uma conversa e agora é uma vida. Ela? Parece que me caiu do céu porque para além de mudar os meus dias mudou a minha vida, já não choro pelos motivos que chorava, já não ando perdido pelos cantos como andei. São apenas pedaços da minha vida que ela está a reconstruir como um coração despedaçado. Ela? Uma princesa com direito a coroa, com direito a ser feliz assim como eu. Estivemos juntos a 1 vez e eu tremia, não conseguia estar parado, ia no caminho dela e a minha barriga não parava de sentir os nervos, quando estávamos sentados a tentar falar eu não dizia nada de jeito, apenas arranjava desculpas para poder tocar nela nem que fosse por segundos. O respirar dela ainda me fazia tremer mais, até que não sei como nem porque nos levantamos e como sempre desde que cheguei não descolava dela e o primeiro beijo aconteceu, e foi unicamente perfeito :$ até parecia cena de filme *_*. Fomos estando juntos, e os beijos já não paravam, já não nos largávamos por nada. Agora tenho a dizer que não me arrependo de a ter conhecido, tenho orgulho dela mesmo que seja pouco o tempo que estamos juntos, ela é perfeitamente perfeita assim como é. Se a amo ? Amo, quero amar, e sei que um dia as coisas ainda vão mudar muito, mas não quero fazer promessas, não quero ilusões, estamos a viver um dia de cada vez e isso é que importa, o que importa é o que nos tem juntado e afastado. Uma altura em que achamos que nos devíamos afastar as coisas estavam confusas assim como escrevi este texto, a misturar as coisas, mas como vou acabar o texto assim, confuso, porque nada é incerto. E não, não me falem em destino porque somos nós que criamos o nosso destino, apenas quero que ela continue a mudar os meus dias, que me continue a fazer sorrir, que me continue a fazer brilhar e achar que a vida não é assim tão má quando parece ser. E o porque de me referir sempre com ‘’ela’’? porque ela não é uma qualquer, foi a que me deu a mão quando eu já estava no chão e me deu força para estar aqui a escrever de novo. Apenas uma palavra AMO-TE <3

Sem comentários:

Enviar um comentário