quinta-feira, 8 de março de 2012

estranheza da mais pura :s

É estranho saber contar-te como se fosses uma história perdida num livrinho, entre tantas outras, abri-lo à noitinha para embalar o sonho da criança que ainda mora em mim... é estranho saber contar-te assim como conto " A Branca de Neve e os Sete Anões", " O Capuchinho Vermelho". Estás entre todas as histórias que me vou contando de vez em quando, só para não perder de vez essa criança que ainda mora em mim. Mas continuo a achar que é estranho quando te conto a mim próprio e leio em voz alta as páginas inexistentes que a minha alma sabe de cor, repito não sei quantas noites a mesma história mas sou feliz porque aprendo sempre e cada vez mais com ela.

Sem comentários:

Enviar um comentário