domingo, 3 de julho de 2011

necessidade


Sempre necessitei de tempo para mim próprio, previligiando a minha independência, nunca dependendo de nada nem de ninguém e, longe estava de imaginar a necessidade e a falta que sinto de ti, quando estou só, quando me sinto triste.
Na tua ausência os dias parecem anos, levam uma eternidade a passar.

Quando te afastas conto os passos que te levam para longe de mim, será que consegues sentir a falta que me fazes, o quanto preciso de ti?
Quando não estás o meu coração fragmenta-se em pedaços que apenas tu consegues unir, sinto a falta de ouvir as palavras que apenas da tua boca saem e fazer com que tudo resulte na nossa felicidade.
Sinto a tua falta!

Nunca me senti assim anteriormente, tudo o que faço lembra-me de ti, dos momentos passados a teu lado. E as roupas que deixaste caídas no chão têm o teu cheiro e eu amo tudo o que fazes.

Que estranho amor este, que demonstra que fomos feitos um para o outro.Aqui estou e aqui vou ficar, pois sei que fomos feitos um para o outro e tudo o que quero que saibas é que, tudo o que faço me leva a dar-te o meu coração, a minha alma.Preciso de ti aqui a meu lado!

Sem comentários:

Enviar um comentário