terça-feira, 10 de maio de 2011


Quando penso em perdoar lembro-me do nome de cada pessoa que me fez sofrer, e das pessoas que fazem sofrer milhares e milhares de comunidades no mundo! Penso se seria capaz de perdoar os teus erros alguma vez... E lembro-me dos dias em que chorei e que me senti a sofrer por essa pessoa trazer até mim o ódio a raiva e a indiferença! Hoje após inspirar e expirar fundo e de estar um tempo em silêncio a olhar para dentro de mim mesmo, conclui que o amor habita no meu coração e para que esse amor se transforme no mais verdadeiro amor preciso em primeiro lugar de perdoar e de compreender a razão porque elas(es) me fizeram sofrer.
E após visualizar cada um deles na minha mente percebi que devido á sua cultura, á sua educação ou a alguma má experiencia que tiveram eles sofrem tanto ou mais que eu! Apartir deste presuposto sou capaz de compreender que eu não devo aumentar esse ódio que existe entre eles e eu, devo sim fazer um amor que eu e eles tanto precisamos para o sofrimento não ser mais uma opção mas se transformar em amor! Quando conseguir transformar todos os meus inimigos em amigos, quando não ter ninguém que inveje que deseje mal que faça infeliz, saberei o que é de facto o amor verdadeiro dentro de mim e transformarei o mundo á minha volta, e apartir daí o amor surgirá em toda a sua plenitude! Perdoar é amar o outro da mesma forma que nos amamos a nós mesmos e é pedir com a mesma força a felicidade ao outro da mesma forma que pedimos a nós próprios! Perdoar é reconheçer que vivemos em comunidade que precisa de se unir para gerar amor! Nenhum individualista é capaz de perdoar pois não vai de encontro com os seus inimigos para compreender e se ver no outro como se fossem um só! Amar e perdoar é saber ser Amor!

Sem comentários:

Enviar um comentário