terça-feira, 19 de abril de 2011

Por tii


O meu sangue por ti, as minhas entranhas por ti.
O meu sangue será a tua protecção nesse corpo despido.
Com esta faca que sinto em mim, abri o meu baú esncondido no meu peito.
O sacríficio extremo para te ter comigo acabarei com a minha sede de estar junto a ti.
E dentro da tua alma como uma parte de ti.
Esfaqueia-me , sente-me!
As minhas gotas de sangue correm por ti.
O pulso mexe-se ao som das tuas palavras a minha essencia reside em ti.
Apenas a tua textura me completa!

Sem comentários:

Enviar um comentário