terça-feira, 19 de abril de 2011

Aptece-me escrever $:


Hoje aptece-me escrever sobre tudo e sobre nada, hoje apenas sei qye me aptece escrever.
Já á tanto tempo que não me sentia assim.
Hoje as palavras voam directamente do meu coração para o papel.
Hoje a razão não manda, simplesmente porque não quero e também não me interesso
se estas palavras irão fazer sentido a alguem, mas o que é que isso interessa ?
Nada não escrevo para agradar os outros, embora goste de ouvir críticas e elogios, escrevo para me sentir leve, para poder fechar o caderno e sentir que me soltei e sentir liberdade.
Quando eu escrevo transporto-me para outros mundos, para outros sentimentos, recordações, até lágrimas custumam escorrer pela minha cara.
Nem sequer sei sobre o que escrever mas sei que á medida que eu vou inserindo uma virgula, as várias ideias surgem na minha cabeça, mas não.!
Hoje não quero escrever com razão.
Quero sim escrever com o coração.Talvez uma simples melodia que só eu entenda.
Porque no fundo o que escrevo acaba por ser uma certa forma só para mim.

Sem comentários:

Enviar um comentário